0
De forma inusitada, foi encontrada nesta tarde (26), no pátio do Paço Municipal, a cápsula do tempo da Prefeitura de Cascavel, que há alguns anos vinha sendo procurada. A caixa de concreto que data de 1991 foi localizada durante os trabalhos de retirada dos antigos mastros que ficavam em frente ao Paço. O local receberá novo calçamento e ajardinamento, como parte das obras do PDI (Plano de Desenvolvimento Integrado) em andamento no Município.
Relatos históricos e de pessoas que acompanharam o ato que marcou a solenidade de acomodação do material durante o lançamento da pedra fundamental do Paço Municipal, em 6 de setembro de 1991, no interior da caixa de concreto foram guardadas garrafas com material de divulgação do Município, fotos da época, cartões-postais e recortes de reportagens de jornais e periódicos. A determinação do prefeito da época, Salazar Barreiros e de seu vice, Hostílio Lustosa, é de que a caixa deveria ser aberta em 2011, 20 anos depois, e o material entregue à guarda do Museu Histórico Celso Formighieri Sperança.
De acordo com o secretário de Administração/Comunicação, Alisson Ramos da Luz, desde o ano de 2011 houve a intenção de abrir a cápsula. Contudo, como não havia a indicação precisa do local em que ela foi enterrada, optou-se por aguardar o início das obras do novo calçamento do Paço para procurá-la.
“Tentamos localizar, mas nenhum servidor da época ou pessoas que passaram por aqui no período da obra conseguiram nos indicar o local exato em que estava a caixa. Como as obras do PDI estavam prevendo a calçada nova no Paço, preferimos aguardar o início para não sair quebrando pontos aleatórios. E hoje, para nossa surpresa, ela foi descoberta. Agora o prefeito Edgar Bueno irá avaliar o destino dela. Ela ficará guardada para ser aberta em uma data simbólica e o material destinado ao Museu, ou intacta, será entregue ao Museu com nova data para abertura. Tomaremos a decisão nos próximos dias”, disse o secretário.

Postar um comentário

 
Top