0
Navios japoneses e americanos durante exercícios militares, no Mar do Japão(Toshifumi Kitamura/AFP/VEJA)
O governo do Japão ordenou nesta sexta-feira o Exército do país que se prepare para a possibilidade de derrubar um míssil que a Coreia do Norte poderia lançar em breve, e evitar, que o artefato caía sobre território japonês. "Tomamos as medidas necessárias para poder responder a qualquer tipo de situação", afirmou o porta-voz do primeiro-ministro Shinzo Abe, Yoshihide Suga.
O porta-voz evitou dar mais detalhes sobre a iniciativa do Ministério da Defesa, afirmando que não iria revelar "informação sensível" sobre a capacidade do Japão para interceptar mísseis. As últimas imagens por satélite da base norte-coreana de Sohae mostraram que há movimento nas instalações e que Pyongyang poderia estar preparando o lançamento de um projétil de longo alcance nos próximos dias, como advertiram nesta quinta Seul, Tóquio e Washington.



Postar um comentário

 
Top