0


A italiana Benelli – hoje controlada pelo grupo chinês Qianjiang – está lançando no mercado norte-americano a pequena esportiva 302R. O modelo, mostrado na última edição do EICMA, o Salão de motos de Milão, chama a atenção pela semelhança visual com a Tornado TRE 900, superesportiva tricilíndrica que a marca de Pesaro teve em seu line-up por mais de dez anos. Em alguns países da Europa, como Portugal, por exemplo, a 302R recebeu a nomenclatura Tornado justamente em alusão à antiga superbike, que inclusive utilizava a mesma roupagem em tons de prata e verde.
Contudo, por dentro a nova moto não é nada parecida com a Tornado 900. O motor da 302R é um bicilíndrico paralelo de 300 cm³ com arrefecimento líquido e comando duplo de válvulas no cabeçote. O propulsor é capaz de gerar até 38 cv de potência a 10.000 rpm e 2,8 kgf.m de torque em 9.000 rpm.
Os freios são dignos de uma verdadeira superbike: dois discos flutuantes de 260 mm com pinças de quatro pistões na dianteira e disco único de 240 mm na traseira. O sistema ABS é de série. A Benelli 302R é uma clara resposta dos chineses à evolução dos modelos médios, como a Yamaha YZF-R3 e a Ninja 300, mas quem sabe eles resolvam trazer a Tornado de volta com o motor de três cilindros das nakeds da família TNT.
No Brasil, infelizmente, a Benelli deixou um gosto amargo na boca dos motociclistas. Em 2013, a marca aterrissou no Salão Duas Rodas ao lado da Keeway e chegou a comercializar os modelos TNT 899 e três versões da maxitrail TREK, com motores de 899 e 1130 cm³. Mas, pouco mais de um ano depois, a única revenda da Benelli aberta no País, em São Paulo (SP) estava fechada, encerrando as atividades da marca no País.

Postar um comentário

 
Top