0


O ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci (PT), divulga sua pré-candidatura ao governo do estado em 2018, pelo Partido dos Trabalhadores. Ele reafirma a tradição da legenda em lançar candidaturas em todas as eleições e destaca a necessidade de transparência nas contas públicas e diálogo com a sociedade para fazer um bom governo.
Com experiência de três mandatos como prefeito, Amaducci vem percorrendo o interior do estado para ouvir a militância e movimentos sociais. Ele ressaltou que os últimos governos em Mato Grosso do Sul perderam o diálogo com os trabalhadores, e que ouvir a sociedade foi fator de sucesso em suas administrações.
''Erramos, mas erramos muito menos porque nós ouvimos o povo'', enfatizou o pré-candidato.
Amaducci pretende debater as perdas do funcionalismo público nos últimos anos e a necessidade de reavaliar medidas que prejudicam os servidores. Ele destaca perdas salariais, falta de concursos públicos e terceirização de alguns serviços.
Sabedor que vai enfrentar dificuldades financeiras à frente do estado, Humberto fala em transparência como principal arma para evitar desvios e mau uso do dinheiro público. Ele citou os benefícios fiscais concedidos ao grupo JBS, que resultaram em escândalo e até motivo de CPI.
''Além disso, se você acabar com as mordomias que existem [nos poderes estaduais] já vai sobrar muito recurso para atender as necessidades da população. ''Você tem que ter compromisso com a sociedade, com seu povo'', acrescentou.
Amaducci quer rever mordomias nos poderes estaduais. (Foto: Wesley Ortiz)
Tendo como principal apoiador o ex-governador Zeca do PT, o petista ressalta que, apesar do ódio criado contra o partido por alguns setores da sociedade, há chances de sair vitorioso nas urnas em 2018.
''É só questão da gente organizar o PT com outros partidos de esquerda e centroesquerda e construir um bloco que vai realmente transformar o estado e a gente consegue vencer'', projeta.
Experiências
Outro gancho que Amaducci usará em sua campanha, se confirmada pelo partido, será o sucesso de administrações petistas em Mato Grosso do Sul.


''Tivemos três mandatos em Mundo Novo. Tetila [ex-prefeito de Dourados] saiu com 90% de aprovação quando deixou o mandato dele. São essas as experiências que a gente tem acumulada e que a gente tem que oferecer ao nosso povo'', avaliou.

Adversários
Sobre o cenário eleitoral do momento, Humberto diz que tudo está indefinido, mas que prefere focar somente na própria candidatura ao governo. Ele acredita que Lula será candidato à presidência da República e Zeca do PT ao Senado.

Fonte: http://m.topmidianews.com.br/politica/ex-prefeito-lanca-pre-candidatura-ao-governo-pelo-pt-e-destaca/83169/

Postar um comentário

 
Top