0


Silvio Santos é um dos apresentadores (talvez o maior) mais carismáticos da televisão brasileira. Sua vida foi marcada por muita luta e dificuldades. Foi camelô e lutou desde pequeno pelo sustento. Seu esforço não foi em vão e hoje ele é considerado um dos empresários mais bem sucedidos do Brasil. Ele possui a Rede SBT e abriu diversas outras empresas como o Baú da Feliciade, Jequiti Cosméticos, Banco PanAmericano, etc.
Abaixo seguem dicas do empresário.

1. Eu não sou o primeiro mas tenho orgulho da minha posição

Silvio reconheceu que ganhar do primeiro colocado é em muitos casos impossível. Ele já tentou ganhar da Rede Globo várias vezes, porém reconheceu que este não era o momento de insistir nessa empreitada e buscou se diferenciar da concorrente. Nos alertou que a Rede Record se empenha muito nisso e está a cada dia perdendo mais audiência.

O que aprendemos?

Tome muito cuidado ao gastar sua grana em uma guerra desenfreada em prol do primeiro lugar porque isso poderá fazer você perder sua identidade (e jogar dinheiro no lixo também). Ser o segundo lugar ou o terceiro não é lá tão ruim quando o primeiro lugar é muito superior a você. Se sua empresa está em segundo, terceiro, ou sei lá em qual colocação, não desanime e não se desmotive, diga um alto e sonoro F#@%$. Monitore sim as ações do concorrente, mas não fique muito focado nisso, pois você poderá desanimar rapidamente. Se diferencie e procure atingir mercados diferentes do seu concorrente, isso poderá fazer você subir posições ou até vencer o concorrente no futuro.

2. Não se preocupe com os elogios e nem com as críticas

Silvio Santos é um cara muito paparicado, mas nem sempre foi assim. Com certeza ele já recebeu muitas criticas do tipo “Isso ai não vai dar em nada” “Duvido que isso vai dar certo” “HAHAHAHAHAHAHA”. Ele não se deixou afetar pelos elogios e nem pelas críticas

O que aprendemos?

Não devemos nos achar a “última bolacha do pacote” só porque recebemos um elogio, e nem devemos nos achar o “pior cara do mundo” só porque recebemos uma crítica. Sua empresa deve sim receber elogios, porém, seja insaciável e busque a excelência todos os dias. Se errou corrija, se acertou e foi elogiado faça melhor ainda.

3. Seja sensato e use bom senso

Sílvio Santos não inventou a TV mas a usou de forma diferente (criou sorteios, programas onde se joga dinheiro para o público, buscou ajudar os pobres, etc.) ele também criou sua marca e é hoje considerados por muitos um dos melhores apresentadores da história da TV.

O que aprendemos?

Você não precisa reinventar a roda, mas como li no livro REWORK, você precisa “coçar a coceira”. O mercado está com um problema e você tem a solução para esse problema. Na verdade o problema já existe (não crie o problema com o seu produto mas resolva um que já exista), lembre-se disso.
Você também vai precisar de uma identidade forte, e isso deve ser criado e implantado logo no início do projeto (ou empresa). Esse diferencial pode ser a decoração, o logotipo, a embalagem, o produto, etc. O importante é ter algo diferenciado que vai fazer o consumidor dizer “UAU QUE INTERESSANTE!”

4. “Só não consegue o objetivo quem sonha demasiado”

Silvio Santos nunca imaginou ter o império que ele tem hoje, mas tenho certeza que ele sempre sonhou grande. Ele desde cedo subiu degrau por degrau e hoje está no “topo da montanha” vendo tudo de cima. Ele não deu” o passo maior que as pernas”

O que aprendemos?

Você está sonhando demais? Seu plano de negócios tem 10 páginas e não sai da sua gaveta? Resuma essa papelada e meta a mão na massa. Com o tempo você poderá adaptar o seu negócio a realidade do mercado. Como eu já disse aqui no DESCONSTRUIR, muitas vezes não sabemos plenamente como será a aceitação do mercado ao nosso negócio e precisamos lançar o projeto, mesmo que ele não esteja “mil maravilhas”. Se você tem uma boa idéia, sabe que ela pode lhe gerar uma boa renda e se planejou para isso (não digo completamente porque seria impossível) coloque tudo em prática e não fique sonhando demasiadamente. “TOQUE O BARCO”

5. Só não consegue o objetivo quem acredita que as coisas são fáceis

Silvio Santos aos 14 anos era camelô, aos 18 anos ele percebeu que as viagens das barcas Rio-Niterói eram marcadas pela monotonia e decidiu montar um serviço de alto-falantes nas embarcações. Nos intervalos das músicas, Silvio fazia anúncios de produtos.
Esses são apenas alguns exemplos que provam que nada foi fácil para o “homem do baú”. Ele “ralou” muito e graças ao seu esforço chegou onde chegou.”Quando você consegue uma coisa fácil desconfie”

O que aprendemos?

Você iniciou o seu projeto ou abriu sua empresa, “uhuuuuu \o/ que alegria”, porém em pouco tempo essa empolgação vai passar. Muitas vezes você vai pensar em desistir e vai chegar a conclusão que as coisas não estão do jeito que combinou. Saiba que é assim mesmo, nada é fácil, o dinheiro não vai “vir do céu” e você vai precisar lutar todos os dias (matar um leão por dia como dizem por ai). Não desanime, porque pra todo mundo é igual. Os melhores souberam driblar esse marasmo e hoje possuem grandes impérios. Se renove a cada dia e lute pelos seus ideais.

Detonando tudo

A vida de Silvio Santos nos ensina muitas coisas, mas a lição que fica mais evidente é que todos nós podemos alcançar o sucesso se lutarmos pelos nossos ideais. Nada vai ser fácil, porém com persistência, pés no chão e atitudes, tudo pode se tornar realidade.

Postar um comentário

 
Top