0

Caçadora aponta o
dedo para o céu em
agradecimento a Deus

Uma mulher de Kentucky (EUA) agradeceu no Facebook a Deus por ter o privilégio de ter matado em 2017 na África do Sul uma girafa.

Tess Thompson Talley (foto), 37, deletou a foto do animal morto, mas internautas indignados já tinha tirado uma cópia.

A mulher também apagou o post no qual dizia que foram atendidas as “orações pela realização da caçada de seus sonhos”.

Em uma das fotos [acima], ela aponta o dedo para cima, em um suposto agradecimento a Deus.


Diante da repercussão na internet, Talley negou que aquela girafa faça parte de uma espécie em extinção. Afirmou que o animal já tinha passado da época de reprodução.

Entidades de defesa de animais e personalidades criticaram a caçadora.

Já tinha havido em 2015 um caso de uma caçadora, Sabrina Corgatelli, que matou uma girafa.

Na época, como justificativa, ela citou Genesis 9:3: “Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; tudo vos tenho dado como a erva verde”.

No caso de agora, a ong Africa Digest chamou Talley de estúpida.

Com informação da Time e de outras fontes.

Postar um comentário

 
Top