0


A deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) está solicitando que a Energisa amplie a capacidade energética de Bataguassu para 138 quilowatts (KW).
O expediente, apresentado no plenário da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (4), foi encaminhado ao presidente da empresa, Marcelo Vinhaes Monteiro.
De acordo com a parlamentar, apesar das alegações da Energisa de que Bataguassu não sofre com deficiência de energia e que o sistema atual comporta o dobro da demanda existente, é inegável que existam problemas na prestação do serviço.
Segundo empresários da região, a instalação de energia é complicada e ocorrem oscilações freqüentes, o que ocasiona colapso em computadores, paralisação das linhas de produção e perda de produtos, entre outros prejuízos.
"A falta de serviço de qualidade no fornecimento de energia inviabiliza a expansão de empresas e o conseqüente desenvolvimento do município. São coisas totalmente atreladas. Com essa oscilação, fica inviável se produzir em Bataguassu", afirmou a deputada.
Em virtude do problema, o próprio Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) descreveu em sua cartilha de auxílio aos empresários que Bataguassu é uma cidade precária no que diz respeito à infraestrutura energética.
 "Por isso pedimos que a Energisa reconsidere sua decisão de revogar a portaria 519, de 2011, e passe a entregar os 138 quilowatts para atender a demanda do município", finalizou Mara Caseiro.

Postar um comentário

 
Top