0

Luiza Helena Trajano


Como todo dia é dia da mulher, separamos uma lista com dez exemplos de mulheres que fazem a diferença no Brasil.

Tem atriz que é tendência em moda e beleza; escritora a qual inspira mulheres e homens; modelo que representa o Brasil pelo mundo; empresária cuja forma de trabalhar é admirada por economistas e varejistas; e o poder da mulher na política e na ciência, o qual mostra a inteligência, garra, sagacidade e a força de se trilhar um caminho para ajudar o próximo.

Veja a lista de brasileiras abaixo:

Gisele Bündchen
Gisele é mãe, uma super protetora da natureza e ainda uma das modelos mais bem paga do mundo. Dona de uma personalidade forte e batalhadora, ela começou desfilando quando ainda cursava a oitava série, e aos 20 anos, foi eleita a Mulher do Ano pela revista de moda Vogue.

Gisele é muito mais do que um exemplo de beleza, a brasileira é um exemplo de pessoa “do bem”. Ela trabalha bastante para promover campanhas contra o HIV, contra a Fome e pela busca da preservação dos recursos naturais do nosso planeta. Uma verdadeira heroína.   


Thaisa Storchi-Bergmann
Cientista, professora e brasileira. Thaisa acaba de ser premiada pela UNESCO por sua pesquisa sobre Buracos Negros, uma honra imensa para quem vive em um país onde a educação ainda é um privilégio.

A doutora em astrofísica, assim como muitas outras mulheres das Ciências, compete por um lugar ao sol entre os muitos estudiosos.  Segundo a Unesco, apenas 30% dos pesquisadores no mundo são mulheres.

A gaúcha de Caxias do Sul nasceu em 1955, estudou Física no Rio Grande do Sul, e hoje faz parte da Academia Brasileira de Ciências. Mesmo não sendo famosa no Brasil, Thaisa é um exemplo para as meninas que querem seguir esse caminho no qual o limite parece ser de fato o infinito e o além.


Dilma Rousseff
A primeira mulher eleita presidente do Brasil é durona, teimosa e muito batalhadora. Dilma Vana Rousseff foi Ministra de Minas e Energia e Ministra da Casa Civil durante o governo Lula, e é economista de formação. Nasceu em uma família de classe média em Minas Gerais, e se interessou pelo socialismo após o Golpe Militar de 1964. Dilma lutou contra a ditadura e acabou sendo presa e torturada pelos militares. Ela ficou na cadeia no período de 1970 a 1972, ao lado do seu ex-marido Carlos Araújo (pai de sua filha Paula). 

Foi apenas nos anos 1980 que Dilma ingressou na carreira política como assessora do PDT na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul e assumiu a Secretaria da Fazenda em seu primeiro cargo público.

Dilma foi eleita presidente em 2010, fazendo histórica como a primeira mulher a comandar o mais alto cargo do país.  


Luiza Trajano
Conhecida como a dama do varejo brasileiro, Luiza Helena Trajano Inácio Rodrigues é uma das mulheres mais poderosas do País. Aos 63 anos, ela comanda um grupo de cerca de 800 lojas da rede Magazine Luiza, o que a torna uma empresária respeitável e referência na área de economia.

Ela começou a trabalhar com varejo aos 18 anos, mas antes de chegar à presidência, passou por todos os departamentos da companhia. Sem pressa, Luiza conheceu cada setor e, aos poucos, conseguiu identificar as reais necessidades e mudanças, as quais viriam torná-la uma pessoa de sucesso.

Sob o comado de Trajano, a Magazine Luiza foi a primeira rede a implantar o modelo de comércio eletrônico, em 1992, com a chegada dos terminais multimídias. Desde então, ela tem sido um exemplo de administradora, economista, advogada, empresária e mulher.


Ivete Sangalo
Cantora, compositora, apresentadora, instrumentista, atriz, coreógrafa, produtora, empresária, mãe e ex-vocalista da Banda Eva, Ivete Sangalo consagra-se como um grande exemplo de mulher brasileira.

Aos 42 anos, ela acumula quase 20 milhões de álbuns vendidos, o título de uma das melhores vozes do Brasil, esbanja simpatia por onde passa, é chamada de “Presidenta da Bahia” e ainda é dona da empresa Caco de Tela (uma das melhores na área de entretenimento, shows e eventos do País).


Anitta
Anitta estourou nas rádios em 2013, quando lançou a música “Show das Poderosas”. Desde então, a cantora de apenas 24 anos, tornou-se uma mulher de ‘parar o trânsito’ com o seu jeito ousado, sincero e próximo das meninas as quais ela inspira.

Larissa de Macedo Machado é o nome real da jovem artista. Com pouco tempo de carreira, ela já acumula cerca de 700 mil álbuns físicos vendidos; prêmios de Melhor Cantora; e ainda possui o título de primeira brasileira com o clipe mais visto na história do YouTube, com mais de 100 milhões de visualizações.

E para quem não sabe, o nome artístico dela veio da personagem Anita, da minissérie “Presença de Anita”, da TV Globo.  Segundo a funkeira, o nome passa algo "sexy sem ser vulgar, menina e mulher ao mesmo tempo", algo como ela se define.


Regina Casé
A apresentadora do extinto programa Esquenta, da TV Globo, é umas das mulheres mais queridas do Brasil. Aos 64 anos, Regina Casé firmou-se como atriz, comediante e filantrópica, por ajudar instituições, associações e ONGs.

Desde cedo, Regina luta por causas sociais e, tem como objetivo, aproximar a sociedade brasileira para que não haja diferença de raça, cor e credo. Ela também defende a inclusão de pessoas menos favorecidas nas escolas, no trabalho e na vida. Assim como no Esquenta, o lema é mostrar que o Brasil é um País para todos.

 

Marta Medeiros
Jornalista, escritora e colunista, Martha Medeiros trabalhou com publicidade e propagada no começo da carreira, mas frustrou-se com a profissão. Quando o marido dela recebeu uma oferta para trabalhar no Chile, ela foi junto para dar um tempo na área de marketing . Anos depois, ao retornar ao Brasil, passou a escrever crônicas e textos, os quais a consagraram na área da comunicação.


Giovanna Antonelli
Gi Antonelli é umas das atrizes mais queridas da televisão. Com personagens marcantes, como a Capitu de “Laços de Família” e Jade de “O Clone”, ela acumula sucessos em séries, novelas, filmes e peças de teatro.

Mãe de três filhos, aos 41 anos, Giovanna tem o nome dela ligado a esmaltes, relógios e bolsas, além de ser dona de um restaurante e sócia de uma clínica de estética.

Antonelli também é tendência no mundo da moda e beleza. Toda novela que faz, algum acessório usado por ela cai no gosto do povo. Assim foi o corte de cabelo e tom loiro platinado de Bárbara, de “Da Cor do Pecado”; com as capinhas de celular da delegada Helô, de “Salve Jorge”; e os esmaltes de Clara, de “Em Família”.

Qual será o próximo?


Marjorie Estiano
Com apenas 36 anos, Marjorie rouba a cena quando aparece no ar. Ela começou como a Natasha, em “Malhação” e, desde então, emendou um sucesso atrás do outro. Em 2017, a artista acumulou alguns prêmios de Melhor Atriz em mérito à singela e brilhante atuação em "Sob Pressão", série médica da TV Globo.

Seja como atriz ou cantora, Marjorie Estiano é uma das jovens mulheres que inspiram várias gerações.

00:37/00:40RSS MundoPositivo 2018-07-14T02-02-59Z

Postar um comentário

 
Top