0

Segundo o escritor Ricardo Kelmer, autor do livro Matrix - o segredo dos predestinados, o tempo pode ser definido como uma sucessão de eventos que vêm do futuro, passam pelo presente e se transformam em passado, num fluxo sucessivo, contínuo e inalterável.

Há exemplos de pessoas que pressentem o futuro e antecipam o que vai acontecer: místicos, videntes, paranormais ou profetas, pessoas dotadas de tal capacidade. De qualquer forma, há uma série de indícios de que o tempo pode mesmo ser captado de uma outra forma e entendido sob outro ponto de vista.

As profecias podem ser um verdadeiro flagrante da falha do sistema linear do tempo. Essa falha estaria caracterizada justamente pelo conhecimento prévio dos acontecimentos. No momento em que se acessam esses acontecimentos, está se quebrando a lógica do tempo linear. Profetas e videntes seriam então, portais por onde se escoa o conhecimento dos eventos futuros. Através deles, a humanidade tem acesso à possibilidade de conhecer aquilo que ainda não aconteceu, mas acontecerá.

Se é possível vislumbrar o futuro, também é possível mudá-lo. O próprio ato de acessar o futuro já traz a possibilidade de alterá-lo. Para isso, é preciso agir. Na verdade, não há futuro "pré-determinado", mas, "possibilidades de futuro". Uma delas acontecerá, dependendo do rumo dos acontecimentos. Os videntes estão acessando futuros hipotéticos e quando erram, podemos dizer que acessaram o futuro errado.

Visionários que acessam o futuro seriam canais por onde os futuros hipotéticos se revelariam à humanidade. Assim, quem vê o futuro carrega consigo a responsabilidade de poder alterá-lo. O vislumbre do futuro significaria por si só, a própria alteração no sistema do tempo linear, ou seja, é possível, que o futuro se revele a nós. Ao mesmo tempo que se revela, também nos oferece a senha para alterá-lo.

O ritmo cada vez mais rápido da evolução tecnológica, pode fazer superar nossos limites de compreensão do que seja o tempo. Com as transformações ocorrendo em intervalos de tempo cada vez menores, podemos nos deparar com a incrível velocidade em que o mundo se move. Os oráculos, na verdade, não concedem respostas, mas, servem de instrumento para que a pessoa enxergue dentro de si mesma. Se ela não consegue olhar o suficiente para dentro, jamais compreenderá a verdadeira natureza da resposta.

A resposta sempre vem, mas nem sempre se está preparado para compreendê-la. Tudo está interligado e podemos crer que existe uma força poderosa e invisível presente o tempo inteiro na conduta dos fatos, confiando em nós. Esta força existe, e aguarda apenas que, cada um de nós, predestinados que somos, decida despertar de vez.
Monica Buonfiglio 

Postar um comentário

 
Top