0

As lacraias são insetos muito comuns no Japão nesta época do ano. Veja dicas preciosas para proteger sua família.


A grande maioria já deve ter visto este pequeno animal que causa uma certa repulsa. As lacraias ou centopeias são animais peçonhentos que possuem veneno e chegam a medir até 50 centímetros de comprimento.
Porém, o maior problema talvez não seria sua aparência nem sua periculosidade, mas o fato delas entrarem em nossas casas nesta época do ano. Veja abaixo maneiras de se proteger e informações úteis para combatê-las!

O que é uma lacraia?


&nbspÉpoca de lacraias no Japão! Veja como lidar com o problema!

O termo centopeia não significa que o animal possui 100 pés. Dependendo do tipo, elas podem possuir de 30 a até incríveis 346 pés. Estes animais podem viver de 6 até 10 anos, sendo que trocam de pele cerca de 10 vezes em toda sua vida.
O veneno é injetado através dos maxilípedes, que ajudam na alimentação destes animais.

Como elas entram nas casas?

&nbspÉpoca de lacraias no Japão! Veja como lidar com o problema!
As lacraias preferem ambientes úmidos sob folhas e madeira em decomposição, por isso são predominantes em épocas mais quentes e chuvosas.
E estes locais com mais umidade são mais propícios para as lacrais encontrem alimento.
Rotas de entrada
As lacraias podem entrar por pequenas frestas de portas ou janelas, exaustores, aberturas das tubulações de aparelhos de ar-condicionado, ralo do banheiro, luminárias fixadas no teto, ralo de pias, entre outros.
Ouve-se relatos de pessoas terem visto lacraias caírem do teto de suas casas, e isso não é algo impossível, pois elas sobem pelas paredes facilmente e podem entrar no forro, e até mesmo caminhar pelo teto.
Dica: Há diversos produtos que podem ser aplicados ao redor de sua casa, alguns deles em pó, que ajudarão a impedir que lacraias se aproximem ou mesmo entrem em sua residência. Este produtos podem ser encontrados em um home center. Na embalagem deve constar a palavra  “ムカデ, mukade” que se refere a lacraia.

O que fazer caso for picado?&nbspÉpoca de lacraias no Japão! Veja como lidar com o problema!

É muito importante proceder com os primeiros socorros quando for picado por uma lacraia. Caso contrário, é muito provável que a dor se torne mais intensa e passe a desenvolver sintomas como dor de cabeça e febre, assim como o local da picada pode ter severas inflamações. Veja abaixo 3 procedimentos básicos a serem tomados em caso de picada deste inseto.
Estancar o veneno
Tentar estancar o veneno deve ser feito de imediato. Pressione a área picada com os dedos para retirar o veneno. Pode doer um pouco, mas é um procedimento muito eficaz.
Caso não haja feridas (como afta) ou cáries, poderá tentar estancar o veneno com a boca, cuspindo logo em seguida e a lavando com água rapidamente.
Clicando aqui você entrará no link de compra de um removedor de veneno na Amazon.
Esfriar a parte afetada
Após extrair o máximo do veneno, lave a área afetada com água ou utilize gelo para esfriar o local da picada. Isso impedirá que o veneno circule para outras partes do corpo através da corrente sanguínea.
Aquecer a parte afetada
Hipertermia é caracterizada pelo aumento da temperatura corporal acima de 40°C.
Mergulhando a área afetada em água fervente com 42°C ou mais, será possível inibir efeito do veneno.
Porém, se o local da picada for aquecido a temperaturas mais baixas, pode agravar o quadro dos sintomas.
Utilize o remédio abaixo
O ムヒアルファEX  (Muhi Alpha EX) é uma pomada esteroide que possui componentes anti-histamínicos. É muito eficaz não apenas para picadas de lacraias, mas também para picadas de ácaros, pulgas e de pequenos insetos. Esta pomada pode ser encontrada facilmente nas farmácias do Japão.

&nbspÉpoca de lacraias no Japão! Veja como lidar com o problema!

Vá para o hospital

Mesmo após realizar os primeiros socorros, procure atendimento médico.
Procure um clínico geral, caso haja febre, dor de cabeça ou outros sintomas internos, ou um dermatologista, caso haja irritação na pele.
Caso consiga capturar a lacraia que o picou, leve-a consigo para que o médico possa constatar que de fato a picada foi deste animal.
Fonte: kenkouchek-navi.com e promptreport.com

Postar um comentário

 
Top