0


Técnica aplicada ao rebanho torna a seleção mais consistente e eficaz
Em 2018, a Katayama Pecuária se tornou o primeiro projeto pecuário independente a ter seleção 100% genômica. A tecnologia aplicada conta com os mais recentes avanços metodológicos disponíveis, com o objetivo de assegurar maior precisão na identificação dos melhores animais, por meio da incorporação das análises de seus genes nas avaliações, fazendo com que a seleção do seu rebanho Nelore seja ainda mais consistente e eficaz.
Para tanto, foram traçadas estratégias e diretrizes operacionais, que estão em curso sob a coordenação dos doutores em Melhoramento Genético, Prof. Dr. Victor Breno Pedrosa (Universidade Estadual de Ponta Grossa) e Dr. Márcio Ribeiro Silva (Melhore Animal Consultoria). “Agora, na seleção Katayama, será considerada a proporção real de genes em comum e não apenas o parentesco médio entre os animais. Os benefícios sobressairão no aumento da acurácia ou confiabilidade de predição das DEPs, sobretudo para características de grande importância econômica e de difícil mensuração, que se expressam somente em um sexo ou são de baixa herdabilidade”, explica Victor Breno Pedrosa.
Segundo Gilson Katayama, diretor da empresa, a Katayama buscou, desde o início, implementar as melhores e mais modernas tecnologias em seu processo de seleção, visando disponibilizar ao mercado animais com qualidade genética superior e potencial melhorador. “Temos visto os frutos desse pioneirismo, dia a dia, por meio dos resultados obtidos nos programas de avaliação, que apontam um grande salto de qualidade em nosso rebanho. A seleção genômica era o próximo passo natural para o nosso projeto, pois garante uma maior confiabilidade e precisão na tomada de decisão, em tempo muito mais curto. Isso impacta muito positivamente em um rápido retorno econômico para nossos clientes”, detalha.
Como funciona
O processo de seleção intrarrebanho visa direcionar o melhoramento genético para atendimento dos critérios de seleção desejados pela Katayama Pecuária. ”A Katayama participa de alguns dos principais programas de melhoramento genético da raça Nelore no Brasil, como ANCP e DeltaGen, obtendo posição de destaque em ambos os programas. Isto só é possível graças a uma seleção rigorosa dos animais jovens, porteira adentro. Com a genômica, o intuito será melhorar ainda mais este processo, sempre visando a precocidade sexual e o aumento da produção de carne”, comenta  Márcio Ribeiro Silva.
“A genômica está possibilitando que rebanhos, como o da Katayama, diminuam mais assertivamente os intervalos de gerações. Um grande salto, que nos leva a otimizar o uso dos melhores animais, que serão os próximos pais. Além disso, ainda melhora muito a confiança das informações genéticas de cada indivíduo que será disponibilizado ao mercado. Ou seja, nossos touros e matrizes estão se tornando, a cada safra, muito melhores e quem usa nossos animais terá resultados mais expressivos em seus rebanhos”, ressalta Otávio Silva, gerente de pecuária da Katayama.

Postar um comentário

 
Top