0


O auxiliar de serviços gerais Rodrigo de Souza Martinez, 28, o ‘pai do mato’, foi preso na manhã desta sexta-feira (28/9) em Itaporã pela morte da garota de programa Mayara Freitas Matoso, 21. O crime ocorreu na noite de sexta-feira passada (21/9), no Jardim Pelicano, em Dourados e o corpo encontrado no dia seguinte.
Policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) cumpriram mandado de prisão expedido pela Justiça no cruzamento das ruas Edson Bezerra com a Aral Moreira, onde ele reside.
Em entrevista exclusiva ao Dourados News, o rapaz alegou ter ficado com a vítima em outras ocasiões e na noite do fato, combinou programa com Mayara na casa dela.
Rodrigo afirmou que chegou por volta das 21h e após o ato, sem dinheiro para pagar, agrediu a mulher até a morte, levando dela pertences.
"Estava sem dinheiro para pagar o programa e quando eu vi, já estava grudado no pescoço dela. Ela apagou e depois acordou de novo. Dei outros socos e vi que estava morta, coloquei o travesseiro no rosto, peguei a carteira e o celular dela e sai correndo", contou o autor do crime.
Mayara foi encontrada na manhã do outro dia pela amiga, Giovana Franco Dias, 25, que divide a casa com ela. Giovana acabou presa por suspeita de alterar a cena do crime e tráfico de drogas.
No local a polícia encontrou porções de maconha e várias bitucas de cigarro do entorpecente pelo imóvel. Na segunda, a Justiça concedeu liberdade a ela.
Conforme o delegado do SIG, Rodolfo Daltro, Rodrigo será autuado pelo crime de latrocínio. Na ação desta manhã, a carteira e o aparelho de telefone celular da jovem foram apreendidos com o rapaz.



Postar um comentário

 
Top