0


Por unanimidade, o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) decidiu deferir a candidatura do deputado federal e ex-governador do Estado, Zeca do PT ao Senado. A candidatura de Zeca estava em análise em razão de condenação da Justiça,que foi anulada há uma semana.
O relator do julgamento da candidatura de Zeca no TRE é o juiz eleitoral Cezar Luiz Miozzo. Ele e os magistrados que integraram a sessão de julgamento na tarde desta segunda-feira (17) decidiram liberar a candidatura por unanimidade.
Advogado do PT, Alberto de Mattos disse ao Jornal Midiamax que o partido argumentava que mesmo que o julgamento do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que condenou Zeca por envolvimento no escândalo conhecido como “farra da publicidade” não fosse anulado, o deputado poderia concorrer.
No último dia 10 de setembro, liminar do TJMS suspendeu os efeitos do julgamento porque um dos desembargadores que votou neste julgamento se declarou impedido em participar de outra sessão sobre o mesmo caso.
“Como houve a suspensão dos efeitos daquele acordão, a candidatura de Zeca está liberada por unanimidade”, explica Mattos.

Postar um comentário

 
Top