0

A primeira coisa que você deve saber é que, independente da espécie, o seu pássaro deverá confiar em você. As aves, embora muito curiosas, são naturalmente assustadas e por isso é o seu papel passar confiança a ela, para que a mesma se sinta à vontade em seu novo lar.
Não faça movimentos bruscos próximo a gaiola ou tente agarrar seu passarinho para fazer carinho, por exemplo. As aves, mesmo as domésticas, são diferentes de cães e gatos e não devem ser tratadas da mesma forma.
Ofereça uma alimentação balanceada para a sua espécie e também distrações, como ossos de siba e brinquedos para as aves mais brincalhonas, como calopsitas e periquitos australianos.
Se o seu passarinho ainda é filhote, é extremamente necessário que você tenha noção dos cuidados básicos, como alimentação especifica para filhotes e quais os horários adequados. A gaiola também deverá cumprir as necessidades básicas para essa idade. Esse é o momento ideal para ensinar a sua ave a cantar, seja com o uso de cd’s ou com a aproximação de uma ave mais experiente.
Não se esqueça de manter a gaiola do seu pássaro sempre limpa, com alimentos frescos e água abundante. Muitas espécies adoram tomar banho, então, que tal colocar uma banheira para os dias mais quentes? Pense também em colocar a sua ave para tomar sol (nos dias mais frios) logo pela manhã.
E, claro, dê muito amor e cuidado para que seus passarinhos tenham uma vida longa e feliz.

Postar um comentário

 
Top