0

De acordo com uma queixa realizada no Conselho Tutelar da Zona Leste de Manaus, no amazonas, uma criança denunciou, por meio de um bilhete, que sofria abusos sexuais de seu padrasto. O recado escrito à mão pela menina de nove anos foi endereçado a sua avó; que encaminhou a mensagem para a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). O caso foi publicado no G1.
 Em um pequeno pedaço de papel, a criança pedia para morar a avó. “Eu quero morar com a senhora porque o meu pai faz besteira comigo”, escreveu a menor de idade. Ela, ainda, deixou mais pistas de que poderia ter sido vítima de estupro ao descrever que “a mesma coisa que ele faz com a mamãe, também faz comigo”.
Com o bilhete em mãos, a avó da menina registrou o boletim de ocorrência, na última segunda-feira (1), na DPCA. Chamada para depor, a criança relatou que os abusos sexuais ocorrem desde quando ela tinha aproximadamente seis anos de idade.
Ainda segundo informações do Conselho Tutelar, o suspeito de abusar sexualmente da menor de idade é casado com a mãe da menina desde que a criança tinha três anos. É considerada a hipótese de que a mãe tinha conhecimento de que a filha era vítima de violência sexual. A criança está sob proteção da avó até que o caso seja investigado e solucionado.

Postar um comentário

 
Top