0


O casamento é a única coisa que nos sobrou do paraíso. Com o pecado da desobediência de Adão e Eva, o homem perdeu tudo o que tinha no Jardim do Éden. Perdeu a imortalidade, a cura de todas as doenças, deixou de comer o melhor da terra e sem qualquer esforço, pois tudo nascia espontaneamente. O homem não tinha que plantar e colher o fruto da terra, não tinha que criar os animais domésticos para seu sustento e a mulher tinha seus filhos sem as dores do parto. Era um verdadeiro paraíso.

O pecado tornou o homem mortal e por castigo, do suor de seu rosto o homem passou a sustentar sua família. A mulher passou a sofrer as dores do parto e o conhecimento do bem e do mal trouxe ao homem a consciência de que estava nu e Adão se escondeu de Deus. Foi uma tragédia.

A única coisa que restou de bom mesmo foi o companheirismo do casamento. Deus criou todos os animais, mas contemplou a solidão do homem, então Ele disse: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele." (Gênesis 2:18). E Deus criou a mulher.

Deus fez Adão cair em profundo sono, tipo uma anestesia e então tirou um pedaço do corpo dele e fez a mulher, veja: E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão.” (Gênesis 2:22). Deus formou Eva da costela de Adão, Ele poderia ter tirado um pedacinho do crânio de Adão, ou um dedinho do pé, mas isso simbolizaria que a mulher seria superior a ele (cabeça), ou bem inferior (pé). Deus fez a mulher da costela de Adão para ser sua igual, para andar lado a lado, para ser amada pelo homem e deu tudo certo.

Adão adorou a mulher e disse: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.” (Gênesis 2:23). Pronto. Estava instituído o casamento.

A companheira idônea é uma obra da criação. A mulher foi feita sob medida para o homem e Deus a chamou de “ajudadora idônea”. Idôneo é o mesmo que conveniente, apto, capaz e é exatamente este o plano de Deus para o casamento, que o homem encontre uma companheira capaz de ajuda-lo em cada passo do caminho, até porque, a razão da criação da mulher, foi a solidão do homem.


O casamento foi criado por Deus para ser um pedacinho do paraíso na terra, mas este objetivo só será alcançado se Deus estiver presente, se Deus for o elo de união do casal. Um casamento sem Deus pode se transformar num cadinho do inferno sobre a face da terra, pode significar a destruição de duas vidas, mas se Deus for o núcleo central de duas vidas, então dará tudo certo.

Isso não significa que a família não passe por dificuldades, provações e desertos, afinal, as pedras são parte do caminho, mas toda família formada no céu encontra descanso no Senhor e mesmo em meio aos maiores desafios, será fortalecida e unida.


Tanto em nossas vidas pessoais, quanto em nossas famílias, o segredo da vitória tem um nome e é Jesus. A salvação, a proteção, o livramento, a cura, o escape, a recompensa, a restauração, a restituição, fazem parte dos planos de Deus para a sua vida, é um pacote, um kit de bênçãos que começa quando você reconhece em Jesus seu Salvador. O convite está feito.

Após uma análise rápida é visível a grande importância em saber escolher sua esposa, sua companheira, a mulher da sua vida, vendo que é a única coisa que nos restou do paraíso, casar bem é a meta desta vida neste plano.  

Postar um comentário

 
Top