0






O programa de reestruturação do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul avança novamente com a implantação das divisões temáticas e a nomeação dos servidores que vão chefiar cada uma delas. O ouvidor do TCE-MS, conselheiro Osmar Jeronymo, presidente da Comissão responsável pela reestruturação da Corte de Contas, considera essa a fase mais importante do programa. “Agora nós estamos ‘virando a chave’. Estamos saindo das inspetorias e indo para as divisões e isso nos dá tranquilidade. Os trabalhos do TCE-MS caminham, cada vez mais, para um futuro técnico.”

O objetivo dessa reestruturação é tornar o TCE-MS mais técnico e especializado. Com o fim das inspetorias e a criação das divisões temáticas, o Tribunal eleva o padrão de trabalho ao modelo utilizado pelo Tribunal de Contas da União e segue avançando no aprimoramento do controle externo. De agora em diante, o julgamento das contas públicas será ainda mais rápido, porque os conselheiros contarão com o apoio técnico e especializado de cada setor. Para o conselheiro Marcio Monteiro essa mudança “torna o TCE-MS muito mais eficiente e, certamente, dá mais segurança para o gestor público e para os conselheiros fazerem o julgamento com uma base muito mais sólida”.

Nessa nova fase os trabalhos da área técnica e de fiscalização passam a ser feitos por 13 áreas tematizadas. Sebastião Mariano Serrou assume a chefia da Divisão de Fiscalização de Contas de Governo e de Gestão; Bruna Nakaya Abrahão, a Coordenadoria de Contas do Estado; a Coordenadoria de Contas dos Municípios será chefiada por Carlos Alberto Corrêa de Souza; para a Divisão de Fiscalização de Contratação Pública, Perícias, Convênios do Estado e dos Municípios, foi nomeado Walter Vargas de Matos; na Coordenadoria de Gestão de Estado, João Carlos Assumpção Filho; a Coordenadoria de Gestão dos Municípios será chefiada por Herbert Covre Simão; na Divisão de Fiscalização de Saúde assume Haroldo Oliveira de Souza; para a Divisão de Fiscalização da Educação foi nomeado o servidor Gláucio Hashimoto; Nasser Abdallah foi designado para a Divisão de Fiscalização da Engenharia, Arquitetura e Meio-ambiente; Cláudia Mazza Anache para a Divisão de Fiscalização de Atos de Pessoal e Gestão Previdenciária; na Gerência de Auditoria Operacional,  assume Roberto Carlos Rinaldi; e para a Coordenadoria de Avaliação e Programas, Ricardo Ferreira Arruda.

Os nomes dos servidores indicados para a chefia das divisões tiveram aprovação por unanimidade em sessão do Tribunal Pleno. Para o corregedor-geral do TCE-MS, conselheiro Iran Coelho das Neves, “essa é a materialização definitiva do trabalho efetuado e coordenado pelo conselheiro Osmar Jeronymo e, desta forma, eu voto pela aprovação do projeto de resolução na forma em que foi apresentado”.
O presidente da Corte de Contas, conselheiro Waldir Neves, afirmou estar muito confiante no trabalho no grupo. “Tenho certeza que, a experiência e o conhecimento técnico desses servidores serão fundamentais para avançarmos, cada vez mais, para um Tribunal de Contas transparente, célere, e, sobretudo, ágil ,que resolve os problemas.”

Postar um comentário

 
Top