0


Visualize por um momento como sua mente está cheia, gota a gota, como uma garrafa de vidro … e o gotejamento não pára até que a água transborda. Se a imagem é familiar, é que você conhece a sensação de acumulação emocional. Talvez seja isso que você chama de estresse ou ansiedade. Aliás, o que é estresse? É acumulação física? É acumulação emocional? É importante perceber e reconhecer que estamos saturados para poder nos livrar desse peso.
Como identificamos a acumulação emocional
Quando nos sentimos exaustos e mentalmente saturados, precisamos parar. É como se estivéssemos carregando um grande fardo em nossa mente. Essa angústia e falta de clareza mental nos dizem que acumulamos pensamentos, emoções e dúvidas que não sabemos soltar. É necessário deixá-los ir para redefinir a mente e recuperar o equilíbrio.
Depois de meses de responsabilidades e preocupações, as férias são o momento de desconectar. E percebemos que há algo que não nos permite sentir relaxados. É uma evidência de que sofremos acumulação emocional. E, possivelmente, esse acúmulo também afeta o corpo.
“O estresse se manifesta sob a forma de acumulação, tanto mental como de fadiga e falta de energia no física.”
Os limites de acumular na mente
Se nos perguntamos por que percebemos nossa mente como uma garrafa de vidro que enche sem parar, por gotejamento e sem nos dar descanso, surge outra pergunta lógica: essa acumulação emocional tem limites?
Para algumas pessoas, o limite seria colocar uma tampa na garrafa. Mas controlar a acumulação emocional não nos liberta do estresse, pelo contrário, nos sufoca e podemos explodir como a garrafa faria sem espaço.
Nós não temos várias mentes para encher como garrafas e, mais importante, a acumulação não nos ajuda em nada. Então, por que queremos ampliar a acumulação sem fim? A resposta a essa pergunta é “eu não sei, mas estou farto”.
Tipos de saturação por acumulação mental
Podemos nos sentir cansados porque acumulamos emoções de várias maneiras:
• A saturação que muda nosso humor.
• A que sobrecarrega o nosso corpo: os músculos, articulações e órgãos vitais.
• A acumulação que nos leva a um colapso mental e emocional, que nos impede de pensar e refletir em nossas ações.
Em resumo, nossas habilidades físicas e cognitivas são afetadas quando estamos saturados . É hora de encontrar a rota de fuga correta.
Formas de relaxar a mente e desfazer a acumulação
O gerenciamento do estresse produzido pela acumulação consiste em encontrar rotas de fuga que esvaziem a garrafa. O gerenciamento não tem nada a ver com controle. É necessário ir descarregando pouco a pouco o fardo mental para poder enfrentar e manejar com motivação o trabalho e as relações pessoais.
Essas vias de descompressão emocional são como bolhas. Pequenos sopros que aliviam o estresse. Um excelente escape é rir com pessoas que compartilham nosso senso de humor.
A atividade física também nos ajuda a eliminar o acúmulo emocional. Corra, ande, nade ou, no caso das crianças, jogue futebol, skate ou qualquer atividade que goste – e que não seja escolhido pelos pais.
Diante da acumulação e do estresse, escolheremos fazer atividades de que gostamos e que nos façam sentir bem.
A companhia de nossos entes queridos e amigos, que podemos desfrutar nas refeições (ou lanches, no caso das crianças) nos conecta com sensações agradáveis. Nesse sentido, criar um espaço de conforto mental com nosso parceiro ou de sentimento familiar para a criança, nos faz sentir acompanhados e valorizados.
Comunicação eficiente contra o estresse por saturação
Em um estado de acumulação emocional, geralmente nos sentimos sozinhos e indefesos. Se refletirmos sobre o que nos leva à saturação mental e ao estresse, veremos que existe uma pressão social para ganhar mais dinheiro ou status, obter notas melhores ou fazer muitas coisas bem.
Nesta sociedade competitiva, devemos nos preocupar em administrar nossas emoções e melhorar a comunicação com os outros para nos sentirmos amados e compreendidos. Esse sentimento de pertencer a um grupo pode nos impedir de cair em acumulação emocional.
Prevenindo o estresse, também cuidamos da nossa saúde, tanto física quanto mental. Estamos evitando que as doenças apareçam e criando uma sociedade mais saudável e feliz.
Por Ana Lombard para o site La Mente es Maravillosa

Postar um comentário

 
Top