0

Açude localizado em assentamento. (Foto: Divulgação)

Após investigações, a Polícia Civil prendeu a responsavel pela morte de um bebê, que teve o corpo do bebê foi localizado pelo avô no reservatório de água no Assentamento Aliança, dia 17 de dezembro do ano passado. A mãe da criança, uma mulher de 25 anos, que não teve o nome divulgado pela Polícia Civil, confessou ter afogado o filho recém-nascido em um açude de Itaquiraí. E alegou que o motivo seria pelo fato do bebê ter nascido contaminado pelo vírus HIV, doença da qual ela é portadora.
De acordo com o site Ta Na Mídia Naviraí, o caso é investigado pelo delegado Edson Ruiz Ubeda. Após descoberta do crime, investigadores conseguiram identificar e prender a mulher que poderia ser mãe da criança. Ela foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil e, ao apresentar sua versão da história, informou que vive com HIV e que o vírus havia contaminado o bebê, por isso o matou.
Logo em seguida ao parto, ela jogou o recém-nascido no açude. No dia 17 de dezembro, o pai dela, foi ao pasto buscar vacas leiteiras para ordenha e percebeu algo estranho no local em que os animais bebiam água. Ao se aproximar, viu o que parecia ser o corpo de um bebê e chamou um vizinho para confirmar. Eles então tiveram certeza de que era um corpo e então chamaram a polícia.
A suspeita é de que a criança já estivesse morta há cerca de 100 horas. A suspeita responde por homicídio qualificado por motivo torpe. A Polícia Civil ainda não encerrou o inquérito, e aguarda materiais da perícia para conclusão do mesmo.
Fonte: 

Postar um comentário

 
Top