0


Bombeiros falam em ao menos 150 desaparecidos sob a lama que soterrou a região da barragem da Vale. Presidente Bolsonaro lamenta tragédia e confirma ida a Minas Gerais

rompimento de uma barragem da mineradora Vale na Mina Feijão, em Brumadinho, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte, causou uma avalanche de lama e rejeitos de mineração que devastou parte da comunidade da Vila Ferteco, no início da tarde desta sexta-feira, 25 de janeiro. O desastre já deixou 7 mortos e os bombeiros ainda trabalham nas buscas e resgate de soterrados e estimam em 150 os desaparecidos. O presidente Jair Bolsonaro lamentou a tragédia e deve visitar o local no sábado. "Nos pegou de surpresa, estou dilacerado com o que aconteceu", disse o presidente da Vale, Fábio Schwartsman. É o segundo desastre ambiental em pouco mais de três anos que tem Minas Gerais como palco e a companhia Vale como protagonista —há três anos, um desastre ambiental semelhante deixou 19 mortos em Mariana.

O que se sabe até agora sobre o rompimento da barragem:

Siga as notícias do desastre em Brumadinho ao vivo:

Adere a The Trust Project

Postar um comentário

 
Top