0


Fonte: http://www.igospel.org.br/br/noticia.php?m=*DD5C2807A7A035D0657AE7C651AB66566C71E735
A coisa começou a perder o controle quando Míriam, irmã chegada de Moisés, e o próprio Aarão, quem diria, deram de murmurar contra Moisés. Com efeito. Tudo isso porque ele desposara uma mulher cuchita. E o que aconteceu? Deus convocou uma reunião com os três na Tenda. Advertiu os maledicentes. Falou que Moisés não era um profetinha qualquer, com quem Deus falava através de visões e de sonhos. Com esse aqui eu falo face-a-face. E ele vê a forma de Iahweh. Por que ousastes falar contra meu servo Moisés? Além disso, Míriam tornou-se leprosa e foi segregada por sete dias para fora do acampamento. Após seu retorno, o povo partiu de Haserot e foi acampar no deserto de Farã.
Já era tempo de saber qual era a da Terra Prometida. E foi o Senhor quem tomou a iniciativa, como sempre. Mandou que Moisés enviasse observadores a Canaã, um de cada tribo. Foram e viram tudo o que queriam ver. E mais além. Daquele lugar jorrava leite e mel. Mas havia um problema. Era uma terra de homens fortes e grandes. O povo temeu, com razão. Diante dos gigantes que habitavam a terra que visitaram, os israelitas pareciam pequenos gafanhotos. Coitados.
Foi aí que o povo israelita entendeu o que estava acontecendo. E se sentiram enganados. Sim, pois se a tal Terra Prometida era habitada por bárbaros gigantes, melhor era ter ficado no bem-bom do Egito. Quem discorda? Porém, a rebeldia de Corá, Datã e de Abirão foi sancionada pelo Todo Poderoso lá de cima. Mortos foram. Sem recurso.
Até que Josué, filho de Nun, e Caleb, filho de Jefoné, rasgaram suas vestes e tentaram com isso tranquilizar o povo amotinado. Dizendo que a conquista da Terra Prometida estava garantida. Pô. Pois se Deus era por eles, quem seria contra eles? Era mais ou menos isso o que queriam dizer. O povo, revoltadinho como só as massas podem ser, queria apedrejar Moisés. Deus, lá de cima, ficou meio irado, de novo. Também, haja paciência, né? Moisés, Seu amigo, conversou com Ele e O acalmou. Disse. Se os matar agora, o que dirão do Deus de Abraão? Que tirou o seu povo do Egito para matá-lo no deserto? Mas porém Deus já não está com tanta paciência assim para se convencer por simples argumentação lógica vinda de homem. Pontificou. Que só Caleb, Josué e seus filhos é que entrariam na Terra Prometida. Quanto aos demais, os vossos cadáveres cairão neste deserto, e vossos filhos andarão errantes neste deserto durante quarenta anos, carregando o peso da vossa infidelidade, até que os vossos cadáveres se consumam no deserto. Tomem, distraídos. Então o Senhor lhes submeteu a quarenta anos de deserto seco. Ao final do qual não restou nem sequer um daqueles perversos amotinados. Porque Deus é o fogo devorador.

Postar um comentário

 
Top