0
A Bíblia diz Moisés viu a terra prometida de longe, mas não pôde vê-la de perto.
Então, subiu Moisés das campinas de Moabe ao monte Nebo, ao cimo de Pisga, que está defronte de Jericó; e o SENHOR lhe mostrou toda a terra de Gileade até Dã; e todo  Naftali, e a terra de Efraim, e Manassés; e toda a terra de Judá até ao mar ocidental; e o Neguebe e a campina do vale de Jericó, a cidade das Palmeiras, até Zoar. Disse-lhe o SENHOR: Esta é a terra que, sob juramento, prometi a Abraão, a Isaque e a Jacó, dizendo: à tua descendência a darei; eu te faço vê-la com os próprios olhos; porém não irás para lá?. (Deuteronômio 34:1-4).
Por que isso aconteceu com Moisés?
A razão de Moisés não entrar em Canaã é explicada claramente em Deuteronômio 32:51 –  “Pois fostes infiéis a mim no meio dos filhos de Israel, nas águas de Meribá de Cades, no deserto de Zim, não santificando o meu nome no meio deles”.
O que de fato aconteceu nas águas de Meribá, em 1453 AC? No livro de Números capítulo 20, versículos 8 e 11 temos a resposta: “Disse o Senhor a Moisés: Toma a vara, ajunta o povo, tu e teu irmão Arão. Na presença deles ordenai a rocha que dê as suas águas. Assim, lhes tirarei água da rocha, e dareis a beber ao povo e a seus animais. Então Moisés levantou a mão, e feriu a rocha duas vezes com a sua vara”. Esse foi o pecado que Moisés cometeu. Deus falou uma coisa e ele fez outra. Não era para bater, era só para falar e água iria jorrar para matar a sede da multidão. Moisés e Arão trouxeram a glória do milagre para eles e não para Deus.
Deus leva a sério as ordens que dá. O que Deus fala é para ser cumprido. Moisés, como muitos podem argumentar hoje, pagou um preço altíssimo por transgredir apenas uma ordem divina.  Foi, porém crucial, trágica e decisiva. Como conseqüência, Moisés somente viu a terra prometida e não desfrutou de nada. Sim, Deus leva em conta todos os atos e pecados, sejam eles grandes ou pequenos. Isso é justiça.

A Moisés foi dado o privilégio de contemplar toda a terra antes de morrer. Ele viu tudo, mas não pode entrar. Chegou perto, mas não desfrutou de nenhuma das riquezas e privilégios. Quero destacar, porém, que feliz é o homem que antes de exalar o ultimo suspiro, pode ter uma visão das promessas de Deus. Os últimos pensamentos de Moisés foram sobre a terra prometida. Dá prá dizer até que essa foi uma morte feliz.
Apesar disto, Deus teve um plano muito superior e melhor para ele. Após a morte de Moisés, Deus o ressuscitou e o levou para o céu, lugar este muito melhor que a terra prometida (Deuteronômio 34:6 e Judas verso 9).
Isto nos mostra que o perdão de Deus é infinito e que Ele é muito bom. A sua misericórdia dura para sempre. A este Deus temos de nos apegar. Não há Ser mais bondoso, amoroso, perdoador e misericordioso que Ele.
Assista abaixo, um capítulo da apresentação de um musical realizado pelo IAP (Instituto Adventista Paranaense), em que Moisés canta a contemplação de Canaã…

Postar um comentário

 
Top