0



Foi-se o tempo em que eletrônicos eram objetos de desejo apenas dos adultos. Nascidas em uma era em que computadores, tablets, celulares, internet sem fio e tocadores de MP3 são itens de necessidade, as crianças, hoje, querem ter seus próprios aparelhos cada vez mais cedo.
Aos pais, sobram dúvidas para decidir sobre o melhor momento de ceder. Afinal, embora a tecnologia beneficie o aprendizado e ajude a desenvolver uma série de habilidades, seu uso na idade inadequada pode expor as crianças a riscos. Diante desse cenário, o que fazer? Permitir ou proibir?
Abaixo segue um guia especial com os aparelhos mais desejados e a idade apropriada de uso paracada um deles. Fique ligado e aprenda como lidar:
VIDEOGAME
Idade recomendada: a partir de 4 anos. Antes disso, as crianças não têm o desenvolvimento psicomotor necessário para brincar, o que pode deixá-las frustradas ou irritadas. Passados os 4 anos de idade,  o uso é liberado. No entanto, é importante impor limites, afinal o excesso pode causar lesões por movimentos repetitivos.

Dica: Opte por jogos educativos ou que estimulem o raciocínio. Procure por jogos que tragam a indicação da faixa etária na embalagem

COMPUTADOR COM INTERNET
Idade recomendada: a partir de 8 anos. Antes dessa idade, o ideal é que o uso seja supervisionado pelos pais ou professores. A medida garante certo controle sobre o que é acessado pela criança, evitando o contato com conteúdos indevidos. 

Dica :utilize softwares que limitam o acesso à internet. Existem vários opções no mercado, inclusive gratuitas.

TABLET
Idade recomendada: a partir de 10 anos
Além dos pontos apontados para o uso do computador, o tablet, que é um computador portátil oportuniza perdas a má postura durante o uso, já que a criança pode se posicionar de qualquer forma, sem atentar para a questão da ergonomia.

Dica: preste atenção aos hábitos posturais dos seus filhos e alunos. A prevenção é a melhor saída para evitar problemas de saúde posteriores.

CELULAR
Idade recomendada: a partir de 12 anos, pois uso exige uma maturidade que, em geral, crianças mais novas ainda não têm. É necessário, por exemplo, controlar gastos, perceber locais apropriados onde utilizar o aparelho e compreender os riscos de falar com pessoas desconhecidas. Dica: Acostume seu filho aos poucos com a responsabilidade do aparelho. Aproveite situações oportunas e empreste um aparelho para que o deslumbre com o primeiro aparelho não seja demasiado.
 CAMERA FOTOGRAFICA
Idade recomendada: a partir de 9 anos.
Longe de trazer algum risco para o desenvolvimento infantil, as cãmeras ainda estimulam a criatividade e a destreza manual, a recomendação etária considera apenas o desenvolvimento motor necessário para que a criança seja capaz de capturar as imagens que deseja. 
O ideal, nesse caso, são as versões infantis das câmeras – mais resistentes e fáceis de manusear

Dica: é importante controlar o uso que a criança faz das fotos. Sem o discernimento necessário, ela pode colocar imagens na internet, o que é altamente desaconselhável


Fonte: Revista Veja e Monica Weinberg; Ceres de Araujo; Elvira Souza Lima; Mauro Muszkat; Monica Vila e Roseli Lopes..

http://www.cequipel.com.br/qual-melhor-idade-para-iniciar-o-uso-da-tecnologia/

Postar um comentário

 
Top