0

Após seis meses de conflitos, descobertas, drama e redenção, A Dona do Pedaço, novela das 9 da Globo, chega ao fim com sucesso de audiência. Em São Paulo, a trama teve média de 36 pontos, segundo a emissora, superando as 13 novelas anteriores, exibidas desde 2012. Cada ponto do Kantar Ibope corresponde a 73 mil domicílios.
O autor Walcyr Carrasco afirma que os últimos capítulos são repletos de (ainda mais) emoção e vão definir o destino de personagens que se tornaram queridos pelos brasileiros. 
— O final de A Dona do Pedaço tem muita história e muita novidade, mantendo um ritmo intenso de narrativa. Prometo surpresas! E sim, muita emoção — disse Carrasco, em entrevista à Folha de S.Paulo.
Protagonista da história, Maria da Paz (Juliana Paes) deve finalmente alcançar o amadurecimento que, muitas vezes ao longo da trama, deixou de lado para se retratar das armações de sua filha, Josiane (Agatha Moreira). Juliana diz que ficou feliz com seu desfecho. 
— Ela amadurece após tantos revezes, aprende que os filhos nem sempre são reflexos da boa educação, fazem suas próprias escolhas independentemente de boa orientação e assim seguem livres para escolher entre bem e mal — afirma a atriz, que no começo da trama teve sua atuação questionada por críticos e pelo público.
— Filhos são criados por nós, mas suas escolhas não são nossas responsabilidades. Por fim, o perdão é algo íntimo, não é sinal de fraqueza mas de grandeza emocional. Perdoar é para os fortes. Maria da Paz usava uma faceta histriônica para ser alguém que julgava que deveria ser: chique, elegante, sempre feliz. Neste ponto, também amadureceu: entendeu que não precisava mais agradar ninguém, pertencer a nenhum grupo que não atendesse à sua real origem — completa Juliana Paes.
Para a atriz, a mensagem que fica da novela é que "ainda vale a pena ser bom e trabalhar duro". 
— Se a inocência pode te machucar neste mundo de hoje, a gentileza e a retidão ainda são os caminhos mais louváveis.
A intérprete de Maria da Paz ainda afirma que leva para si o "mood" da personagem de "fazer o bem sem olhar a quem", e os adereços de cabelo cobertos por tecido estampado, que caíram no gosto dos brasileiros que acompanharam a novela — lojas e camelôs de centros populares de comércio estão cheios de tiaras e elásticos de tecido inspirados nos que a personagem usa.
Outra lembrança deixada pela novela é o gosto pela culinária. Na internet, há diversos relatos de espectadores que deram uma chance para as receitas caseiras e colocaram a mão na massa com o incentivo de Maria da Paz.
— Fico feliz se a novela ajudou às pessoas a encontrarem novas fontes de renda. Na verdade, quando pensei na história, foi por ter percebido o crescimento de bolos caseiros, empresas criadas por mulheres corajosas e empreendedoras — disse Walcyr.
Juliana Paes não conseguiu colocar a mão na massa, mas diz que está ansiosa para testar em sua cozinha tudo o que aprendeu nos meses de gravação. 
— Confesso que não sobrou tempo de experimentar meus aprendizados. Só fiz trabalhar. Era gravando sem parar. Mas juro que aprendi segredinhos legais e estou louca para implementar logo que estiver de folga 100%. Recebi tantas receitas de bolos. Você não imagina! — comemora.

O destino dos personagens

ATENÇÃO PARA SPOILERS A SEGUIR
Josiane
Os resumos dos dois últimos capítulos da trama não foram divulgados, mas eles devem mostrar um salto temporal, com a vilã Josiane deixando a prisão por bom comportamento. Ela vai aparecer com os cabelos na altura da cintura e mais espiritualizada.
— Estou gostando muito dessa reta final. Achei importante ela ser condenada, pagar pelos crimes que cometeu. E ela está pagando mesmo. Para uma menina mimada, que queria só riqueza e fama, a realidade da prisão é muito dura (...) Sabia que tinha uma personagem muito interessante em minhas mãos e com potencial desde início — disse a intérprete Agatha Moreir
A lição que fica, diz a atriz, é que o crime não compensa, mesmo. 
— Você pode até pensar que se deu bem fazendo algo errado e tal, mas a consciência fica ali. E eu também acredito que mentira tem perna curta, então, uma hora a verdade aparece. Gosto de dormir em paz com a minha cabeça no travesseiro.
Agatha diz ainda que a novela tem uma história bonita demais, porque traz uma mãe que não desistiu da filha, apesar de tudo o que ela fez. 
— Uma mulher guerreira, que batalhou honestamente para conquistar suas coisas — afirma a atriz, que diz já estar com "dorzinha no coração" pela despedida do elenco.
Vivi Guedes, Chiclete e Camilo
Dilson Silva / Agnews
Chiclete (Sergio Guizé) e Vivi Guedes (Paolla Oliveira) foram flagrados gravando as cenas finais da novela
Já a influenciadora Vivi Guedes (Paolla Oliveira) tem sua fuga com Chiclete (Sergio Guizé) descoberta por Camilo (Lee Taylor), já exonerado da polícia, que será assassinado pelo antigo justiceiro. A informação foi antecipada pela colunista de O Globo, Patrícia Kogut, e deve animar os fãs que se envolveram com a personagem — muitas vezes, até mais do que com a própria protagonista.
— Desde o começo, Vivi Guedes tinha um Instagram e isso a transformou em uma personagem "real", alguém com quem as pessoas falavam. E assim ela e outros personagens ultrapassaram a fronteira entre o imaginário e real — afirma Walcyr. 
Kim
A empresária da influenciadora, Kim (Monica Iozzi), também já teve seu destino revelado: ela não seguirá o romance nem com Márcio (Anderson Di Rizzi), nem com Paixão (Duda Nagle). Ela se tornará agente de celebridades internacionais, como Lady Gaga, Beyoncé e Justin Timberlake, e vai morar nos Estados Unidos com  Téo (Rainer Cadete).

Os dois, ainda segundo Patrícia Kogut, se beijarão nos momentos finais da trama. Antes de ir, porém, o fotógrafo perdoa Josiane, que tentou matá-lo nas últimas semanas. O novo casal é improvável, mas Walcyr garante que tudo foi planejado. 
— A novela foi sucesso desde o começo, portanto não senti necessidade de mudar a narrativa em nenhum momento.
Fabiana
Quem não deve ter um bom desfecho é Fabiana (Nathalia Dill), que, após perder a fábrica e ficar na miséria, volta ao convento em que vivia no Espírito Santo. Ela ficará responsável pelas finanças da instituição e vai promover redução de gastos em roupas, energia elétrica e até banhos, afirmando que as freiras "gastadeiras" são pecadoras.
Walcyr Carrasco mantém ainda suspense sobre o desfecho final da vilã. Como ela, o destino de Maria da Paz também não está totalmente definido. Ele afirma apenas que um novo personagem (não necessariamente um par romântico) entrará na vida da boleira no último capítulo. 

Postar um comentário

 
Top