0

O embate entre Pereirão e Tereza Cristina em Fina Estampa retorna à TV em uma edição especial no horário de Amor de Mãe. Lilia Cabral e Christiane Torloni disseram ao Gshow sobre a repercussão da divulgação de que a trama será exibida na faixa das 9 a partir de segunda-feira, 23/3. 
“Foi ótima. A novela foi exibida há oito anos, e seus personagens ainda são muito queridos do público”, comentou Lilia. “O público brasileiro é fiel. Eles gostam de matar a saudade dos seus personagens queridos. Eu sempre tenho um retorno muito forte das novelas que são exibidas novamente”, concluiu Torloni. 
O que você não vai ver na telinha são as histórias de bastidores da novela assinada por Aguinaldo Silva, exibida originalmente em 2011. Por esse motivo, o Gshow organizou uma lista com 10 curiosidades de um dos maiores sucessos do horário nobre na última década. Confira! 
Fina Estampa marcou a estreia de Lilia como protagonista de uma novela depois de 30 anos de carreira e seu retorno ao universo de Aguinaldo, com quem já havia feito vários trabalhos na década de 90: 
“Quando recebi os capítulos e vi o que eu tinha nas mãos, abdiquei de tudo na minha vida para poder me dedicar totalmente à novela porque sabia que durante um bom tempo seria chamada de Pereirão. Foi através dela que eu pude me colocar diante de grandes personagens e de grandes protagonistas que vieram a seguir”.
A equipe de caracterização da novela desenvolveu uma maquiagem que dava o efeito de pele natural para Lilia gravar as cenas do projeto. A atriz também deixou a vaidade de lado e deixou crescer um buço, que era levemente pintado nas laterais a cada gravação. 
Fina Estampa marcou ainda a estreia de Paulo Rocha, Rodrigo Simas, Josie Pessoa e Dani Barros em novelas da Globo. 
A cidade cenográfica da novela, que reproduzia uma parte do bairro da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, tinha 6.500 metros quadrados. Foram quatro meses de planejamento e mais três meses de construção para finalizar a obra.
A obra marcou ainda o retorno de Marcelo Serrado à emissora depois de seis anos. Convidado pelo próprio autor para interpretar o mordomo Crô, o ator contou com a ajuda do preparador Sérgio Penna, buscou referências no documentário “Santiago” e filmes “Milk – A Voz da Igualdade“, com Sean Penn, e “Carandiru“, com Rodrigo Santoro. 
O sucesso do personagem foi enorme, rendendo dois filmes para o fiel devoto da vilã Tereza Cristina: “Crô” (2013) e “Crô em Família”(2018).
Julia Lemmertz contou com a assessoria de Lenny Niemeyer para compor a estilista Esther. A empresária também ajudou a equipe de figurinistas da novela a desenvolver e confeccionar as peças de moda praia da grife fictícia Fio Carioca
Falando em figurino, a turma de Beth Filipecki e Renaldo Machado criou cerca de 500 modelos e estampas exclusivas para vestir os personagens de Fina Estampa. 
Já o guarda-roupa de Teodora (Carolina Dieckmann) foi inspirado em bonecas, musas do cinema americano e na socialite Paris Hilton. Os looks da loira eram compostos por jaquetas esportivas, vestidos tubinhos, bodies e as calças leggings. Quase tudo nas cores rosa, roxo e azul. E claro: muito decote e muito brilho.
Em Fina Estampa, o autor fez algumas referências a antigas obras fazendo citações a antigos personagens. Tereza Cristina, por exemplo, passou a empurrar seus desafetos da escada. Mesmo método utilizado por Nazaré Tedesco, vilã interpretada por Renata Sorrah em Senhora do Destino.
Fonte: Gshow

Postar um comentário

 
Top