0

No coração do deserto de Karakum, localizado na Ásia Central, o Turcomenistão é um país que contrasta os tons de ocre do deserto com o branco puro dos edifícios de mármore da capital, Ashgabat. Mesclando passado e futuro com uma arquitetura ousada, o destino é uma escolha interessante para quem busca experiências únicas.
Ashgabat, que em árabe significa “cidade do amor” ou “cidade da devoção”, é relativamente nova, sendo fundada em 1881. Seu nome é uma referência aos ancestrais que erigiram um verdadeiro império atuante na Rota da Seda, com grande influência e controle sobre o comércio entre a Itália, o Mediterrâneo e a China. A cidade não deixa a desejar quando se fala de prédios suntuosos de mármore italiano branco, cúpulas de ouro, parques e jardins impecáveis.
No que se refere à peculiares construções em mármore italiano, ornamentadas com ouro e cercadas por belíssimos jardins, Ashgabat não possui concorrência com nenhuma outra cidade do planeta. À luz do dia, os seus moradores e visitantes se surpreendem com o reflexo límpido do sol nas cúpulas douradas dos 543 edifícios que se espalham em diferentes pontos da cidade. Mas, o maior impacto ocorre à noite, quando luzes de neon iluminam prédios e monumentos icônicos, transformando Ashgabat em um cenário futurista e hipnotizante.
Outro local que merece ser visitado é a Mesquita Ertugrul Gazi, também conhecida por Mesquita Azadi por estar localizada na rua Azadi. Sua arquitetura se assemelha com a da Mesquita Azul de Istambul e foi construída em homenagem ao fundador do império Otomano.
Em contraste com a modernidade da capital, o sítio arqueológico da cidade de Nisa retoma a memória da antiga realeza do Império Parta (ou Parto). Considerada um Patrimônio da UNESCO, entre suas ruínas e santuários é possível conferir a importância da Dinastia Arsácida para a expansão do território do Turcomenistão e seu impacto cultural entre a Ásia Central e o mundo mediterrâneo.


Créditos: http://tourism.gov.tm

Ainda pouco conhecido por turistas brasileiros, é um destino que vale a pena ser visitado!

Postar um comentário

 
Top