0


Afinal, se o cotonete foi feito para ser usado na limpeza do ouvido, por que não devemos usá-lo para essa finalidade? Embora seja um hábito muito comum, limpar o ouvido com cotonete pode trazer sérios riscos e complicações.

Além da possibilidade de ocorrer infecções, como a otite, o uso das hastes flexíveis podem causar lesões e até mesmo perfurar o tímpano, que nesse caso exige cirurgia para correção.

Ao site Minha Vida, parceiro do Catraca Livre, o otorrinolaringologista Marcelo Alfredo, do Hospital Beneficência Portuguesa, diz que é ilusão acreditar que estamos retirando toda cera do ouvido.

“O que sai no cotonete é apenas o que está sendo expelido pelo nosso organismo, já que as orelhas possuem um mecanismo que traz a cera em direção ao orifício auditivo externo, quando ela não possui mais utilidade. O restante é empurrado para os tímpanos. Essa atitude estimula as glândulas ceruminosas que produzem uma maior quantidade de cera. Resumindo, quanto mais limpamos, mais cera nosso organismo produz”, afirma.

Como limpar corretamente

De acordo com o médico, existe um modo de eliminar a cera em excesso sem oferecer mais riscos para saúde. “A melhor maneira de retirar a cera que está sendo expelida pelo organismo é utilizar uma toalha e fazer a limpeza logo após o banho. O correto é limpar somente até onde o dedo alcança. Assim, não empurramos a cera em direção aos tímpanos e tiramos todo o excesso”, explica.

Confira a matéria na íntegra aqui.


https://catracalivre.com.br/saude-bem-estar/os-riscos-de-usar-cotonete-e-por-que-voce-deveria-parar-ja/

Postar um comentário

 
Top